Os benefícios dos estimuladores de colágeno

Ter uma pele bonita, firme e revigorada está entre os nossos maiores desejos, principalmente agora no verão, não é mesmo?

Por isso, acho superimportante falar sobre um dos tratamentos que nos ajuda a ter essa pele – os bioestimuladores de colágeno.

Qual o segredo desse tratamento?
A partir dos 25 anos nossa produção de colágeno cai, em média, 5% ao ano. Com isso, chegamos na menopausa com a média de – 45% de colágeno e, aos 75 anos, essa porcentagem fica em torno de – 55%.

O resultado disso é a perda da elasticidade, da firmeza e do tônus da pele que, consequentemente, leva a formação das rugas profundas, do famoso “bigode chines”, da “gordurinha de buldogue” e a perda do contorno facial, sem falar da flacidez nos braços, coxas e bumbum. Ao estimularmos a produção natural do colágeno, os bioestimuladores promovem um efeito rejuvenescedor, tendo como resultado a redução de flacidez e rugas de forma natural e progressiva.

Como funcionam os bioestimuladores de colágeno?
Os bioestimuladores são substâncias injetadas em determinadas camadas da pele, que provocam uma leve reação inflamatória que ativa os fibroblastos – células que produzem o colágeno.

Benefícios dos Bioestimuladores de Colágeno.

  • Diminuição das rugas;
  • Preenchimento de áreas fundas do corpo e rosto;
  • Suavizar linhas de expressão;
  • Correção de cicatrizes;
  • Redução da celulite e flacidez;
  • Pele mais firme e viçosa

Conheça alguns bioestimuladores de colágeno
Hidroxiapatita de Cálcio – Radiesse
Tratamento injetável, proporciona uma correção imediata devido ao seu gel matriz com microesferas de hidroxiapatita de cálcio. Através da bioestimulação, dá um efeito lifting, de contorno facial e melhora na pele.

Ácido Poli-L-lático – Sculptra
Procedimento que também é minimamente invasivo e podemos utilizá-lo para reduzir as rugas e diminuir a flacidez tanto no rosto quanto no corpo

Fios de sustentação ou PDO
Indicado para suspensão da pele da face e do corpo. Esses fios são biocompatíveis, absorvíveis e estimuladores de colágeno. No procedimento, os fios são inseridos via micro cânulas na pele, sem deixar marcas ou cicatrizes.

Mesmo sendo um tratamento minimamente invasivo, é importante ressaltar que deve ser realizado exclusivamente por um médico dermatologista ou com cirurgião plástico devidamente qualificado.